sábado, 22 de dezembro de 2007

Alzheimer...

O Alice no país das Brutidades fez três anos no dia 28 de Novembro...
E nós feitos ursos nem nos lembrámos...

Raios partam a realidade que nos rouba todos os momentos livres...

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Momento WTF? do ano

WTF? = What The Fuck?, ou se preferirem em português Que Mer*a É Esta?

Estava eu a navegar pelos arquivos do Kibe Loco (desçam até 19.08) e fui ao sitio lá referenciado, a página dum grupo daqueles anormais evangelistas americanos manhosos, que estão todos feitos com os republicanos e com os tipos do ku klux klan. A secção tinha o titulo LulaWatch (fascistas de merda, com a mania que eles é que vão resolver os males do mundo, começando por eliminar a esquerda democrática...).

O pior foi quando vi o link que estava acima: ISTO.


Em toda a sua glória... Amen...


Aí sim, WTF?

A merda do carnaval que é Fátima sempre me irritou. Há quem prefira não fazer nada de positivo pela vida, mas quando acontece alguma coisa boa nunca é por mérito proprio, é por obra e graça da pu** da santa!

E os camelos dos américas ainda são piores, daqui a nada já atribuem as "vitórias" eleitorais do tipo da casa branca às 40000 petições que lá foram entregar... Sim, que a santa atende, por ordem de chegada, todos os pedidos feitos em papel, timbrado ou não, irrespectivamente da lingua em que estão escritos, mas que tem especial predilecção por pedidos que incluam velas de tamanho absurdamente grande ou que impliquem sacrificios por parte de outras pessoas...

Tanta merda feita em nome de "deuses"... Bando de anormais...

quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Bófias de Super-Esquadra


Here come the Fuzz!!

Hot Fuzz-Esquadrão de Provincia - 9.1/10
É o filme perfeito para ver antes de um teste. Acção sem parar, sentido de humor bife e uma boa dose de self-awareness=grande filme!! É pena é não ir para Santarém... Agora vou ter que arranjar o Shaun of the Dead, feito pelo mesmo pessoal.

domingo, 25 de novembro de 2007

epá isto é ... estupido...



Eu acho um bocado parvo o que o Publico fez... na pagina da noticia da morte de um soldado português, colocou o link para a pagina do hi5 do moço...

Para um jornal que se diz sério, uma atitude muito tablóide, não?

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Resultado ao intervalo?

Alguém sabe como ficou o derby José Socrates vs. Pedro Santana Lopes? Deu na SportTV? Ou sou eu que ando adiantado?


Adenda: parece que a equipa da casa ganhou de goleada...:P

terça-feira, 18 de setembro de 2007

O cantinho do sindicalista, FENPROF-style

do Jumento:

E os estudantes?

Ouço os responsáveis governamentais, ouço os professores, ouço os políticos da oposição e chego à conclusão de que os alunos são o que menos importa. Os políticos da oposição, a este ou a qualquer outro governo, têm sempre a mesma opinião, tudo foi mal feito. Os sindicatos fazem o que lhes cabe, o ensino está bem se conseguiram ver satisfeitas as suas reivindicações. Os governantes desdobram-se em busca de indicadores de sucesso, como se viu a ministra afirmar no programa Prós e Contras o que importa são os resultados, a diminuição do abandono precoce e do insucesso escolar.
Os alunos pouco importa, para uns são argumento político, para outros são a matéria-prima necessária para empregar professores e para os últimos são facilmente convertíveis em resultados estatísticos. É o resultado de um modelo de ensino que tem por objectivo massificar o ensino e cujo resultado pretendido é a mediania. O objectivo não é a excelência, a crer na felicidade da ministra o sucesso do sistema de ensino está na redução do abandono e em menos reprovações, os bons alunos são úteis apenas porque dão menos trabalho aos professores e ainda os podem ajudar sentando-se ao lado dos alunos com dificuldades. Quando se pergunta a um aluno como correu o ano ele não nos responde dizendo que teve boas notas, limita-se a dizer que passou, passar é o único objectivo fixado para os nossos estudantes.Só que os que mais se queixam de o país ser pouco desenvolvido são precisamente os que condenam a excelência, os que mais se queixam de estarmos na cauda da Europa são os mesmos que odeiam os quadros de honra, os que mais defendem a competência são precisamente os que se batem por objectivos medianos para o sistema de ensino.O nosso sistema de ensino não é mau só porque há abandono escolar e insucesso, é mau porque não promove a excelência, porque se não fossem os pais muitos bons alunos seriam reduzidos a alunos medianos, porque aposta tudo nos mais fracos e despreza os melhores.Se queremos investigação científica, empresas bem geridas, uma Administração Pública mais moderna, políticos mais competentes, empresários mais ambiciosos, uma economia mais competitiva e trabalhadores qualificados não chega termos um sistema de ensino que produz alunos que passaram, é necessário promover e apoiar a excelência, sob pena de um dia destes ser bom aluno se transformar em motivo de vergonha. Aliás, na nossa tradição o aluno que é bom porque estuda é marrão, é a vítima das “cacholetas” da turma.O ensino não pode ser visto apenas na perspectiva do interesse dos professores ou das estatísticas governamentais, os objectivos do sistema de ensino devem centrar-se no aluno, promovendo a ambição e a excelência. Não basta que os alunos “passem”, Portugal precisa de muitos bons alunos sem os quais não sairá do círculo vicioso do subdesenvolvimento.Não faz sentido esperar grandes resultados do país quando o sistema de ensino promove a mediania e onde qualidades como a ambição, a dedicação, o esforço, a excelência e a competitividade são considerados defeitos dignos de um processo de reeducação numa aldeia da Coreia do Norte.

in O Jumento


A Educação, tema tabu por excelência da sociedade portuguesa... Só se ouve falar na Educação neste país quando:

- Os professores fazem greve, o que normalmente significa que é por causa de dinheiro e que a culpa é da/o ministra/o. (a sério, já durante a minha estadia no ensino secundário me fazia imensa confusão as greves quase aleatórias dos profs...)

- Os alunos universitários se recusam a pagar propinas, ou seja, por causa de dinheiro, com as culpas a reverterem a favor da/o ministra/o (novamente, quem mais estrebuchava era quem menos tinha a reclamar...)

- As notas dos exames nacionais de Matemática batiam recordes negativos. A culpa era outra vez da/o ministra/o. Sempre. E só. E se subirem meio milionésimo de ponto o mérito é logo atribuido pela/o ministra/o a ele mesmo.

E...

Bem, eu tentei. Eu juro que tentei. Mas não me ocorreu mais nenhuma situação. Em Portugal só se discute a Educação por motivos superfluos ou para atacar a/o ministra/o da tutela.

Tenho 29 anos, e só três coisas são imutáveis na minha consciência da realidade portuguesa:

- O Carvalho da Silva, que para todos os efeitos é a CGTP;
- O tipo da FENPROF a anunciar aderencias norte-coreanas de 99,9% às greves;
- E o estado de guerra civil permanente entre os agentes da Educação em Portugal.

Porra, que já enjoa.

domingo, 5 de agosto de 2007

Be like Mike...


Digo-te, este carro é um espectaculo!! O som é do melhor. Agora, se pudesses ir já para o lugar do morto...


Death Proof - 8.6/10, e eu nem gosto muito de filmes tipo slasher (não me sinto muito bem a ver cenas muitos gráficas...) ... Inicio somewhat sluggish, a terminar no acidente que estabelece o way of life do protagonista. Fim cómico, com a cena do espancamento a parecer retirada dum cartoon do coyote. A Casa recomenda.

sexta-feira, 20 de julho de 2007

Back in UBI

Conforme anunciado, hoje fui à Cova.




Tenho o prazer de informar que os Serviços Academicos estão na mesma...

sábado, 7 de julho de 2007

Transformers




Vão ver. Vale mesmo a pena. Para quem cresceu com a serie é OBRIGATÓRIO!!!

sexta-feira, 6 de julho de 2007

Curtas da Capital

1->Gostei do sistema de transportes da margem Sul.

2->Ainda gostei mais das meninas com pouca roupa vestida:P

3->Não gostei do calor estilo braseira... Bem, pelo menos não estava em Évora ou Santarém...:D

Menção honrosa para a loja da Eastpak no Bairro Alto. Bom conceito, acho que enquadra bem na estratégia de comunicação da marca. Agora, se foi intencional, isso não sei...

segunda-feira, 25 de junho de 2007

FUJA! FUJA! FUJA! FUJA!

Por obra e graça do mestre supremo Nuno Marco, ou lá como ele se chama, um tipo qualquer que fala na rádio quando eu estou a tentar acordar: samples dum cd algo... hmm... à falta de melhor palavra, alternativo para fazer remixes algo... maradas. As minhas preferidas:







Apocaliptos...:D

domingo, 17 de junho de 2007

Teorias da Conspiração, Vol. 1


O Comité de Boas-Vindas do Dia Nacional da Medalha. Ao fundo, é possível discernir um dos novos cacilheiros da Transtejo.


Estão agora a passar na RTP 1 o resumo comentado das cerimonias do Dia Nacional da Medalha. Tradição secular da democracia nacional, o Dia Nacional da Medalha foi a forma encontrada pela Presidencia da República para matar três coelhos com uma cajadada só: acabar com aquilo do dia de Portugal, que só servia para demonstrar o triste estado do material militar da nação, ser como uma especie de Euromilhões presidencial (Medalha=prestigio) e, principalmente, para pagar o apoio dado na campanha pelo poderosissimo lóbi dos fabricantes de medalhas.

Este apoio dos fabricantes de medalhas não é inocente: desde que os torneios de futsal por tudo e por nada começaram a extinguir-se por esse país fora que os fabricantes de medalhas entraram em derrapagem financeira, rumo à falência. A sua reacção teve tanto de simples como de genial: oferecendo avultadas somas, asseguraram o apoio dos sucessivos PRs, conseguindo assim, com o apoio da Maçonaria, forçar a mudança sobre todos nós!


p.s.: espero que este post me dê direito a uma medalhita pró ano...:D

domingo, 27 de maio de 2007

Welcome to the US and A




moral da história... não sejam rednecks :D

terça-feira, 15 de maio de 2007

Sardinha



PFtv.

OBRIGADO SENHORES!!NÃO SOMOS DIGNOS DESTA OFERENDA!!!

domingo, 6 de maio de 2007

407


Bugatti Veyron On Top Gear - The most amazing videos are a click away


Acho que nem vale a pena comentar...

p.s.: aqui tem melhor qualidade:P

sábado, 7 de abril de 2007

300


Quem quer saber de realismo histórico quando todas as fontes crediveis desapareceram há quase 3000 anos? Eu não.
Mas a premissa é verdadeira: 300 Espartanos aguentaram o desfiladeiro das Termópilas face a um exercito muito maior (entre 250.000 a 500.000 homens) durante três dias. É claro que estavam lá exercitos de todas as cidades da Grécia, e que os Espartanos obrigaram uns a ficarem lá e os outros a retirar quando souberam que os Persas tinham chegado à rectaguarda deles.
Mas isso para este filme é irrelevante. Ainda bem. Desde quando é que um filme de guerra tem que ser exacto para ser bom? O unico filme que é exacto e bom é O Dia Mais Longo, mas tambem a acção retratada (o Dia D) dará sempre um bom filme.

MOLON LABE!!

quinta-feira, 5 de abril de 2007

NO PASARÁN!!



LIIIIINDO!!

Agora quero ver se eles deixam cair a mascara...

quarta-feira, 4 de abril de 2007

O Grande Português

Voltamos neste magnifico blog a efectuar pilhagem do mais alto calibre. Desta vez, o pilhado é o site Inepcia. Leiam.



O Grande Português

Fez-se finalmente justiça. E de duas formas diferentes. Por um lado, a RTP passa a esperada vergonha, inteiramente merecida pela forma obtusa como tentaram transformar um passatempo televisivo numa iniciativa histórico-pedagógica de grande relevância, comparando os méritos de Vasco da Gama e Rosa Mota ou de Cristiano Ronaldo e Eça de Queirós (diz-se que este era também senhor de uma finta de impor respeito). Precisamente a mesma iniciativa que, após revelação inevitável do resultado embaraçoso, foi imediatamente despromovida pela voz de Maria Elisa de iniciativa séria a concurso sem importância nenhuma. Uma espécie de “Preço Certo” com figuras históricas (e muitas delas eram realmente históricas).

A outra justiça foi feita a António de Oliveira Salazar e convém dizer o nome todo para se perceber que não falo de SALAZAR, o Hitler português institucionalizado pela propaganda do PREC, mas sim do beirão retrógrado e de vistas estreitas que arrastou Portugal para o seu mundo de casinhas brancas e gente pobrezinha mas honrada, temente a Deus e ignorante, sobretudo ignorante, sem quaisquer ambições além de ganhar os tostões suficientes para comprar pão, bacalhau e vasos de sardinheiras para decorar a janela. É esse o homem que merece a honra de ser o maior português de todos os tempos.

É verdade que havia a polícia política e o Tarrafal e uma guerra colonial que parecia nunca mais acabar mas reconheça-se-lhe o mérito de inventar o Portugal em que hoje vivemos e encarnar na perfeição as qualidades do ser português em que a maioria de nós ainda se revê. Qual Afonso Henriques, qual carapuça metade francesa e metade espanhola. Camões? Não digo que o Camões dos Lusíadas não fosse um poço de amor pátrio mas o Camões que Portugal deixou morrer na miséria e que enterrou numa vala comum mandar-nos-ia todos à merda se pudesse.

Salazar é que é verdadeiramente o pai e fundador da nacionalidade. Sempre que hoje um português diz a outro a frase “há coisas que não são para brincar”, sempre que alguém consegue um emprego não por competência mas por amizade (colorida ou não) ou laços familiares, sempre que um envelope cheio de notas troca de mãos como “ajudinha,” estamos a manter vivo o país que Salazar construiu. Pode já não ser o país de casinhas brancas com santinhos de azulejo, com os sete filhos a aprender as letras e as contas básicas na escola e a mulher em casa, preparando de forma diligente o jantar ao marido, mas, apesar da evolução, subsiste. Tornou-se no país das bandeiras penduradas à janela quando joga a selecção, no país em que nunca se lê e raramente se vai ao cinema por “falta de tempo” mas em que, de forma paradoxal, toda a gente tem sempre uma opinião sobre qualquer assunto, o país em que toda a gente acha mal e reconhece a necessidade de mudança, mas que continua a eleger os mesmos caciques para os mesmos cargos em troco de uma torradeira ou de uma palmadinha nas costas.

Era isto que a RTP deveria ter reconhecido na hilariante emissão de anúncio dos resultados finais. Reconhecendo a Salazar o seu maior triunfo em vez de tentar desculpar-se pelo fedor que libertaram ao remexer um monte de estrume acumulado durante várias décadas. Odete Santos bem pode descompor a roupa e espumar da boca e esbracejar o que quiser mas terá sempre sobre a cabeça o facto de Álvaro Cunhal só não ter hoje uma reputação mais sinistra do que a do homem do Vimieiro porque a história entendeu não o deixar chegar ao poder. E Clara Ferreira Alves pode pintar o cabelo da cor absurda que quiser e lamentar o país que põe Salazar e Cunhal à frente de Pessoa e Camões. É o mesmo país em que todas as formas de expressão cultural estão reservadas para os integrantes do mesmo círculo de amigos de que Clara faz parte. Há realmente um problema sério em Portugal. Mas muitos dos defensores das figuras em votação, os indignados, os divertidos e os indiferentes, de Paulo Portas a Odete Santos, de Rosado Fernandes a Clara Ferreira Alves, de Ana Gomes a Maria Elisa, todos eles e mais uns quantos espalhados pela assistência e outros que não couberam no estúdio, não só não conseguem resolvê-lo como são dele parte integrante.

in Inepcia

segunda-feira, 26 de março de 2007

pais de marretas...

Um homem que, atrasou um pais quase irremediavelmente, tanto em termos económicos como em termos educacionais,
perseguiu, prendeu e matou os seus opositores,
reprimiu a liberdade e o discurso livre,
lançou o pais numa guerra de mais de 10 anos...

Eu tive a sorte de nascer depois do 25 de Abril, mas quando ouço coisas como, os meus pais e os meus tios que tinham de partilhar uma sardinha entre todos numa refeição, ou que a minha mãe ganhou os 1ºs sapatos aos 5 anos, este resultado dos grandes portugueses deixa-me triste... :s

A memória é mesmo curta!

Missão Briosa-O Almoço

Depois do percurso de concentração, lá seguimos para a Casa O Sapo, onde decorreu o almoço. O lombo de porco estava excelente, digo eu, e de tal maneira que nem consegui acabar com o vinho verde, de tão cheio que estava.No final do opíparo repasto, lugar para um espectáculo de variedades a cargo do Justino. Vários truques com cartas trocaram as voltas à cambada que só percebeu como aquilo se fazia depois dele explicar como era. Justino de Matos, o irmão perdido de Luís de Matos, encantou míudos e graúdos.:P



Completamente zonzo de fome, o Justino ataca as nesperas.


À chegada, o pessoal procura a entrada...que era algo mais à frente.


Enfim reunidos:P


Sapo-Móvel. NOT Sapo ADSL. Antes, o ínfame restaurante onde alguém disse que viu não-sei-quem jantar com outro não-sei-quem.


Como beber Tinto, Nery-style.


A mesa.


Nada na manga.


O Artista inicia a sua performance.



Justino de Matos na sua primeira actuação. Great Success!!


P.S.: Vão ser efectuadas diligências de forma a repetir a viagem lá para quando o Marrokos e o Franko voltarem da Poláquia. Contem comigo outra vez!

domingo, 11 de março de 2007

Missão Briosa-A Viagem

Eram 8 e tal da manhã quando apanhámos boleia na Carroça do Diabo 2.0 em Santarém para a viagem até Irivo. Para lá do Justino, o nosso piloto, iam mais três pessoas: o Fragoso, a Espite e eu, como é óbvio:P Bela viagem, com paragem para café assim que saímos de Santarém, ou lá onde era o raio da area de serviço. Ainda não tinha bebido café, portanto podíamos estar à entrada de Faro que eu não dava pela diferença... Em Cantanhede, nova paragem para tirar fotos, comprar pastilhas e bater com a porta na fronha dum tipo que trazia um tabuleiro cheio de cafés. Às 11.51 chegámos ao objectivo...


Carroça do Diabo 2.0, o nosso fiel transporte.


O nosso piloto.


Fragoso.


Espite. Ou melhor, Ana.


O gajo das fotografias.


Como fomos os primeiros a chegar, tivemos que ficar à espera do resto da cambada...


Still waiting...


Já com toda a gente presente, a foto de grupo antes de sair pró almoço.

quinta-feira, 8 de março de 2007

Já está marcado...

...o dia da minha morte. 5 de Outubro de 2033. Pelo menos segundo estes tipos

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Missão BRIOSA - CONTEM COMIGO!!

Já vou com atraso, mas vou reproduzir aqui o mail que o Justino fez circular pelo pessoal:

Caros Amigos,

No passado dia 3 de Fevereiro fui fazer uma visita a um amigo que todos temos em comum, a um jovem cheio de energia e vontade de viver, com muitos planos para a sua vida, mas cuja a própria vida lhe pregou uma rasteira e lhe roubou a possibilidade de realização de todos esses sonhos.

Caros amigos, esse nosso amigo em comum tem como nome Pedro, mais conhecido como BRIOSA vive com o pai e a madrasta em uma aldeia perto de Penafiel. Pelo aquilo que vi, todas as pessoas em torno dele trabalham em uníssono para minorar o seu sofrimento e a sua angustia.

O estado dele é estável e não possui nenhuma deficiência, embora ele ande com um andarilho e as suas palavras se arrastem podemos ter uma agradável conversa e rir-mos ao som de histórias e aventuras passadas enquanto cuidadosamente segurava-mos um copo de cerveja.

O êxtase, a emoção, a felicidade e sobretudo o brilho do olhar de quem recebe em sua casa amigos de longa data é facilmente detectável, para quebrar a rotina da leitura de jornais e revistas ao som da rádio, as gargalhadas dadas ao recordar aventuras e desventuras no tempo em que a vida ainda sorria para este amigo.

O que gostaria de propor seria fazer-lhe uma surpresa, em jeito de confissão ele disse-me que gostaria de ver os amigos de outrora reunidos enquanto ele possui saúde para o convívio. Fiquei comovido com este pedido, ele não pediu para ganhar nada de especial, apenas a presença das pessoas que o marcaram mais na sua fugaz passagem pela universidade, e prometi-lhe que iria tentar reunir todos os abaixo, alguns deles nem sequer tenho o contacto. Mas estou disposto a tentar, pois este nosso amigo merece a nossa solidariedade, e seria um orgulho para nós mesmos dignificar este amigo, porque os amigos não são só para quando estamos bem, porque eles são mesmo precisos é quando estamos mal.

O que tenho em mente seria fazer-lhe uma surpresa, e aparecer-mos todos no mesmo dia e almoçar com ele, levar-lhe uns presentes, algo que ele recorde dos tempos de faculdade, umas fotos por exemplo, mas penso que aqui o presente mais importante para ele seria mesmo a nossa presença.

Assim gostaria de saber se poderia contar com vocês numa viagem até Penafiel, sei que como existe muita gente em Lisboa se poderia transportar pequenas manadas até lá, e também apanhar malta pelo caminho para minorar os custos da viagem, enfim todas as manobras são válidas, podem ir de carro, moto, avião, helicóptero, skate, patins em linha, comboio, autocarro, burro ou mesmo de OVNI, mas o que interessa é mesmo ir . A viagem é um pouco cansativa, mas por experiência própria posso dizer que é bastante gratificante.

Gostaria de saber as vossas opiniões e se posso contar com vocês para esta surpresa, a viagem seria sempre em um fim de semana (Sábado ou Domingo), para mim qualquer dia me dá jeito, estou disposto a fazer sacrifícios para realizar este pequeno grande sonho.

Assim gostaria que fizessem um "reply to all" com um CONTEM COMIGO ou com um LAMENTO MAS NÃO POSSO. E caso possa mesmo contar com vocês por favor digam uma data.

Eu estava a pensar no dia do seu aniversário, mas como penso que é só em Setembro, devido à instabilidade dele, estou a pensar em mais ou menos por meados de Março, que dizem? Além de ser um almoço com um amigo, será certamente um almoço convívio, onde poderemos colocar toda a nossa conversa em dia, trocar experiência, etc... Conto com vocês? Vamos lá ajudar este amigo.

Peço que deixem por um dia o trabalho, as namoradas e namorados, o passeio pelo jardim, a ida ao centro comercial e ao cinema por uma visita a este nossa grande amigo....

Desde já.... CONTEM COMIGO

Tentarei coordenar tudo com todos...por favor ajudem-me a realizar este sonho a este nosso amigo....

Anexei umas fotos da última visita que ele teve.

Obrigado desde já a todos

Luís Santos "JUSTINO"


segunda-feira, 8 de janeiro de 2007

Quantos são? Quantos são?

É verdade, aparentemente quatro mil e tal pessoas vieram parar a este blog. Aposto que uma percentagem esmagadora por se ter enganado a escrever brutalidades no Google!:D
Os restantes na verdade são visitas repetidas do pessoal do blog para fazer o contador subir. Ou da familia, que é continuamente chantageada para o fazer (i.e., ler as nossas postas. ou pelo menos fazer que lê). Já agora, quero afirmar que este é, sem dúvida alguma, um excelente exemplo dum post da charcutaria (para encher chouriços:P).

Siga.

terça-feira, 2 de janeiro de 2007

Boicote aos campeonatos - sindicato ameaça com greve geral

O presidente do Sindicato dos Jogadores, Joaquim Evangelista, reiterou hoje a ameaça de greve, apelando à mobilização dos futebolistas. A partir deste ano os profissionais vão pagar IRS sobre todos os seus rendimentos, em vez dos 60% que pagavam até agora. A polémica está lançada

Ora bem, onde é que isto me afecta? Hmmm.... nao tem influencia nos transportes... nem no preço do gasoil... o benfica nao joga, logo também não perde...

Ah espera, deixo de ver jogos que de 30 em 30 segundos há uma falta, tem sempre altas suspeitas sobre os arbitros, dirigentes mafiosos, jogadores que não gostam de jogar à bola...

UUUUIII, TOU CHEIO DE MEDO!!!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2007

Decadência, old school style

Em tempos que já lá vão...ui ui...the memories...

Bem, dizia eu que em tempos que já lá vão os elementos deste blog eram os suprasumos (ou supersumos?) da cóboiada na IUbi...E em homenagem a esses dias (é mais correcto dizer noites), cá vai a reportagem completa de um dia (melhor, noite) desses...

Recordar é viver